Skip to main content

Exposição ao calor no ambiente de trabalho: Entenda os riscos

| web | ,

Exposição ao calor no ambiente de trabalho: Entenda os riscos

exposição ao calor no ambiente de trabalho

A exposição ao calor é um problema sério em diversos ambientes, especialmente no
ambiente de trabalho. Quando as temperaturas estão muito elevadas, o risco de
desidratação, exaustão e outros problemas de saúde é muito alto. Além disso, a falta de controle de temperatura no ambiente de trabalho pode afetar o desempenho dos
trabalhadores e prejudicar a produtividade.

Neste texto, vamos falar sobre os riscos da exposição ao calor no ambiente de trabalho e como garantir um ambiente saudável e seguro para os trabalhadores.

Os riscos da exposição ao calor no ambiente de trabalho


Os trabalhadores que ficam expostos ao calor por muito tempo correm o risco de
desenvolver diversos problemas de saúde, como desidratação, tonturas, fadiga, náuseas e até mesmo insolação. Em casos mais graves, a exposição prolongada ao calor pode causar danos permanentes à saúde, como insuficiência renal e problemas cardiovasculares.

Além dos riscos à saúde, a falta de controle de temperatura no ambiente de trabalho pode afetar o desempenho dos trabalhadores. Em ambientes muito quentes, é comum sentir-se cansado e sem energia, o que pode prejudicar a produtividade e a qualidade do trabalho.


Como a falta de controle de temperatura afeta o desempenho


A falta de controle de temperatura no ambiente de trabalho pode afetar o desempenho dos trabalhadores de diversas maneiras. Em ambientes muito quentes, é comum sentir-se cansado e sem energia, o que pode prejudicar a produtividade e a qualidade do trabalho.
Além disso, o estresse térmico pode levar a erros e acidentes, aumentando o risco de
lesões e danos ao patrimônio.


Qual norma regulamentadora que normatiza o conforto térmico?


A NR-17 é uma norma fundamental para garantir o conforto térmico no ambiente de
trabalho e, consequentemente, a segurança e a saúde dos trabalhadores. Essa norma
estabelece os parâmetros mínimos que devem ser seguidos pelas empresas para garantir um ambiente de trabalho saudável e confortável para os colaboradores. Os indicadores incluem a temperatura, umidade relativa do ar, a velocidade do ar e a taxa de metabolismo, que devem ser controlados para evitar o estresse térmico.


É importante que as empresas sigam as normas para garantir um ambiente de trabalho adequado e saudável.Além disso, a NR-17 também prevê a necessidade de avaliação e controle periódico dos parâmetros estabelecidos, para garantir que as condições de trabalho permaneçam dentro dos padrões de conforto térmico e segurança estabelecidos pela norma. Portanto, é essencial que as empresas estejam sempre atentas às condições térmicas do ambiente de trabalho e tomem medidas para garantir o conforto térmico dos seus colaboradores e evitar a exposição ao calor no ambiente de trabalho.


A exposição ao calor no ambiente de trabalho é um problema sério que pode afetar a saúde e o desempenho dos trabalhadores. É importante que as empresas estejam conscientes sobre a importância do conforto térmico e tomem medidas para garantir que os trabalhadores possam desempenhar suas atividades de forma segura e confortável. Convidamos você a ler nosso texto “Conforto térmico nas edificações: 5 soluções para aumentá-lo”.

Neste artigo, apresentamos algumas soluções práticas para aumentar o conforto térmico em edifícios e ambientes de trabalho. A utilização de isolamento térmico, ventilação natural, sombreamento, entre outros, podem ser ótimas opções para garantir um ambiente de trabalho adequado e saudável

Leia também o nosso artigo Conforto térmico nas edificações: 5 soluções para aumentá-lo.

[js-disqus]

Conteúdos Exclusivos

Preencha para receber conteúdos exclusivos da PKO do Brasil

  • Ao se cadastrar, você concorda com os Termos de Uso e Política de Privacidade. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
Infográfico

Decoração com Espelhos

Ideias de decoração com espelho para vender mais

WhatsApp