Erros comuns no projeto que interferem no seu produto final

| PKO do Brasil |

Erros comuns no projeto que interferem no seu produto final

Erros comuns no projeto que interferem no seu produto final

Entenda quais os erros de projeto mais comuns e como evitá-los

Em meio à crise econômica e retração nos investimentos, sua empresa de esquadrias ou serralheria precisa ajudar o cliente a ter melhor otimização de seus custos com esquadrias e vidros. Alguns erros de projeto, bastante comuns no mercado da construção civil, têm impacto direto no resultado final apresentado ao cliente, tanto em valores quanto em solução ideal.

Confira a seguir os erros de projetos mais comuns, os prejuízos que eles podem causar e como evitar esses erros em sua empresa de esquadrias de alumínio ou PVC.

Erro 1 – Falta de projeto executivo

As empresas de esquadrias lidam constantemente com falta de informação, ou seja, alguns clientes enviam o projeto básico ou o detalhamento de caixilho de arquitetura que só contém a tipologia de abertura, mas sem especificação da linha de alumínio ou tipo de vidro, sem nenhum detalhamento da obra e do que ele precisa. Deste modo, fica difícil fazer qualquer tipo de estudo e orçamento. Portanto, o primeiro passo é solicitar as informações completas ao cliente.

Erro 2 – Especificação de materiais incorreta

Muitos arquitetos, por não serem especialistas em determinado material, podem enviar o projeto com erros na especificação deles. No universo das fachadas, por exemplo, existem inúmeros tipos de vidros, caixilhos e acabamentos que podem ser dados a esses produtos. Neste caso, você pode sugerir os materiais adequados ou solicitar ao cliente que peça ao arquiteto a alteração.

Erro 3 – Falta de adequação aos limites produtivos

Outra situação bastante comum é o projeto conter as dimensões do projeto sem considerar os limites produtivos de cada material. Aqui, é preciso que você sugira um estudo de modulação, por exemplo para as janelas de vidro, de modo que não haja desperdício desse item (leia nosso post: Como o cálculo do aproveitamento do material pode melhorar seu orçamento)

Erro 4 – Falta de compatibilização entre projetos

Em uma obra que utilize esquadrias e vidros, seja para fachadas ou ambientes internos, há alguns projetos que compõe essa construção, como por exemplo estrutura, arquitetura e detalhamento de caixilho. A falta de compatibilização pode ocorrer entre eles quando por exemplo a estrutura prevê um vão de x metros, já no caixilho, as medidas são diferentes. Nesses casos, é preciso conversar com o cliente para que cada responsável pelo projeto faça as devidas adequações.

Prejuízos causados por erros de projetos

Os prejuízos podem ser enormes quando ocorrem os erros citados acima, o que impacta diretamente no bolso e na paciência do cliente. Além do gasto extra com reformulação de projeto e reposição de materiais, o atraso na entrega da obra é considerado um dos principais pontos agravantes.

Pesquisas indicam que nos países estrangeiros, há menor ocorrência desses erros, pois a etapa de planejamento e projeto dura cerca de dois anos e a construção metade desse período. Já no Brasil, ocorre o inverso. Os projetos são concebidos em menos de um ano e a construção pode durar anos.

A importância de planejar contribui com a assertividade do projeto e evita os erros que comentamos. Se quiser saber mais sobre a importância do planejamento na construção civil, confira o artigo da revista TecHoje.

Cases com os erros mais comuns

Vidros na cobertura de shoppings onde ninguém quer sentar

Esse erro é clássico e com certeza você já se deparou com essa situação: na busca por um lugar para sentar na praça de alimentação, só restam cadeiras onde bate muito sol e o calor é excessivo.

Para solucionar esse caso, deve-se utilizar um vidro de controle solar na cobertura em locais de permanência de pessoas. Esse produto reduz a transmissão luminosa, minimizando o ofuscamento e evitando a entrada de demasiado calor para dentro do ambiente.

Acabamentos ruins nas fachadas

Quem já não viu prédios com vidros de tamanhos diferentes, parecendo remendados? Quando não há planejamento dos materiais, de acordo com os limites produtivos, pode ocorrer acabamentos ruins nas fachadas, como emendas. Neste caso, para conseguir melhor aproveitamento do material é preciso fazer uma modulação ideal.

Acho que deu para perceber que uma construção precisa de cálculos precisos e projetos completos. Os componentes vidros e alumínio têm suas especificidades e deve ser encarado como um dos principais elementos da construção. Por isso, pesquise melhor a qualidade do vidro e suas características.

Gostou do tema, faça um comentário abaixo e compartilhe essa informação em suas redes sociais.

Leia também:  O vidro e a arquitetura hospitalar - entrevista com Erick Vicente
Vidro temperado ou blindexVidro temperado ou blindex
Infográfico

Películas para Laminação de Vidros

Saiba quais são as principais películas utilizadas como intercalantes de vidros laminados

Conteúdos Exclusivos

Preencha para receber conteúdos exclusivos da PKO do Brasil
PKO do Brasil
PKO do Brasil
🍷 Manual do Vidro para Adegas: Conheça o tipo de vidro que deve ser utilizado, instalação, normas técnicas, climatização, iluminação e modelos de adegas. Download grátis❗️ ➡️ https://bit.ly/2UCNXza
PKO do Brasil
PKO do Brasil
Tudo o que você precisa saber para vender vidros com excelência ⤵️

1️⃣ Mercado e Concorrência
2️⃣ Fornecedores
3️⃣ Cliente e o Funil de Vendas
4️⃣ Orçamento e Visita Técnica
5️⃣ Realização dos Serviços e como Agregar Valor
6️⃣ Marketing Digital

➡️ Download grátis: https://bit.ly/vender-vidros
eBook

Vidro X Película

Vidro Refletivo X Película Refletiva. Entenda as diferenças entre proteção de calor X durabilidade e instalação X custo.
Infográfico

Manutenção de Laminado

Dicas para fazer corretamente o armazenamento, corte, lapidação e limpeza do vidro laminado.