Como combinar o tipo de material com a aplicação na esquadria

| PKO do Brasil |

Como combinar o tipo de material com a aplicação na esquadria

Como combinar o tipo de material com a aplicação na esquadria

A aplicação correta dos materiais interfere diretamente no sucesso do projeto

A escolha dos materiais que vão compor um projeto de arquitetura é fator fundamental para que o consumidor tenha suas expectativas alcançadas.

Para isso, é importante ficar atento às normas regulamentadoras dos materiais utilizados e também às características de cada um deles, e fazer uma relação com os benefícios que o cliente espera, que podem ser: conforto térmico, acústico, luminoso, segurança, estética, entre outros.

Nos projetos de esquadrias será preciso adequar o tipo de perfil com o tipo de vidro disponível. Confira abaixo algumas dicas para escolha dos vidros ideais para compor seus projetos de esquadrias de alumínio!

Os vidros e suas aplicações

Para escolher o melhor vidro para seu projeto, seja uma janela de vidro ou uma porta, você precisa conhecer as diferentes características que cada produto oferece. Acesse aqui uma tabela preparada especialmente para que você saiba os principais tipos de vidro e suas aplicações conforme a NBR 7199.

Os vidros de alto desempenho

Outra análise importante é verificar quais os benefícios do vidro enquanto material utilizado em soluções especiais, como fachadas com conforto térmico ou vidros estruturais, por exemplo.

Segundo a pesquisa da Abravidro – GPM Consultoria, a produção de vidro no Brasil saltou de 3.370 toneladas por dia em 2006, para 7.700 toneladas em 2017, com o aumento no número de fabricantes e suas capacidades produtivas. Portanto, a grande oferta de vidro no mercado faz com que seja necessário explorar melhor os produtos especiais para criar diferencial para sua empresa e estar à frente da concorrência.

Para potencializar ainda mais o resultado ofertado ao seu cliente, faça pesquisas e conte com o apoio de seu fornecedor para ajudá-lo nesse processo. Veja agora alguns exemplos:

Vidro Controle Solar

Formado a partir da deposição de camadas metalizadas em uma das suas superfícies, que reduzem a passagem dos raios do Sol por meio do vidro, garantindo maior conforto térmico aos ambientes e melhor controle da luminosidade.

Benefícios:

  • Redução do uso de energia elétrica com ar condicionado
  • Os vidros de controle solar refletivos garantem privacidade ao usuário durante o dia
  • A característica de reflexão também auxilia no controle de luminosidade dos ambientes e redução do ofuscamento
  • Excelente solução como revestimento de fachadas no sistema de pele de vidro ou Glazing
  • Podem ser aplicados laminados ou insulados
  • Disponível em várias cores

Vidro Autolimpante

Feito com a colocação de uma camada transparente de dióxido de titânio (TiO2) na superfície externa do vidro, que usa os raios UV (ultravioleta) e água para combater os resíduos, que com o tempo ficam acumulados no vidro.

Benefícios:

  • Facilidade de limpeza
  • Podem ser utilizados em locais de difícil acesso
  • Redução de custo, pois dispensa o uso frequente de detergentes e, consequentemente, gera menor agressão ao meio ambiente.

Vidro Temperado-Laminado Struturá®

A laminação de duas ou mais peças de vidros temperados ganha cada vez mais importância por reunir as qualidades de dois produtos considerados de segurança, com características essenciais para vários tipos de aplicação.

Benefícios:

  • Redução dos riscos de acidentes causados pela quebra
  • Aumento da segurança patrimonial
  • Bloqueio de até 99,6% da radiação ultravioleta
  • Grande variedade de cores
  • Maior isolamento acústico em relação ao vidro comum, podendo ser maximizado com o uso do PVB acústico, ajudando a amortecer as vibrações sonoras do vidro.
  • Cinco vezes mais resistentes que um vidro laminado comum de mesma espessura.
  • Por ser mais resistente pode também receber aplicação de autoportante com o mínimo de perfis de sustentação, além de ser possível a fixação por meio de ferragens.
  • É mais resistente a variações de temperatura.

Vidro Insulado Termo-Acústico

Obtido por meio da inclusão de uma câmara de ar entre duas ou mais laminas de vidro, sendo que o conjunto recebe uma dupla selagem, tornando-se hermeticamente vedado. Essa câmara de ar entre vidros torna o produto um excelente isolante térmico e acústico.

Benefícios:

  • Pode ser combinado com diversos tipos de vidro, como o laminado, temperado, controle solar, entre outros, a depender da performance desejada.
  • É um excelente isolante térmico para aplicações em locais onde se tem grandes variações de temperatura do ar, seja no calor ou no frio, sendo inclusive aplicado no mercado de refrigeração.
  • A câmara de ar garante a menor reverberação do som, conferindo ao produto a característica de isolamento acústico, que pode ser potencializada com a injeção de gás argônio na câmara e/ou a aplicação com vidros laminados.

Com os exemplos acima, esperamos que você consiga fazer uma combinação eficaz entre as esquadrias e os vidros, escolhendo os materiais adequados para que o cliente fique satisfeito. Curta nossa publicação e fique por dentro das novidades.

Vidro AcústicoVidro Acústico
eBook

4 passos para definir seu vidro acústico

Selecionamos 4 passos para te ajudar a escolher a melhor solução em vidro acústico de acordo com sua necessidade.

Conteúdos Exclusivos

Preencha para receber conteúdos exclusivos da PKO do Brasil
PKO do Brasil
PKO do Brasil
🍷 Manual do Vidro para Adegas: Conheça o tipo de vidro que deve ser utilizado, instalação, normas técnicas, climatização, iluminação e modelos de adegas. Download grátis❗️ ➡️ https://bit.ly/2UCNXza
PKO do Brasil
PKO do Brasil
Tudo o que você precisa saber para vender vidros com excelência ⤵️

1️⃣ Mercado e Concorrência
2️⃣ Fornecedores
3️⃣ Cliente e o Funil de Vendas
4️⃣ Orçamento e Visita Técnica
5️⃣ Realização dos Serviços e como Agregar Valor
6️⃣ Marketing Digital

➡️ Download grátis: https://bit.ly/vender-vidros
Serviços de projetista para esquadria
eBook

Cálculo de Espessura de Vidro

Entenda os diferentes tipos de aplicações e quais tipos de cálculo fazer em cada um.
Vidro para Adega de Vinhos
eBook

Manual do Vidro para Adega

Tipo de vidro que deve ser utilizado, instalação, normas técnicas, climatização, iluminação e modelos de adegas.
Leia também:  Vidros especiais: os 10 tipos que você nunca ouviu falar!