Skip to main content

6 formas de ter privacidade com vidros

6 formas de ter privacidade com vidros

Como ter privacidade com vidros

Cada vez mais o universo da arquitetura e da construção civil está investindo em projetos com paredes e fachadas de vidro. Modernos e sustentáveis, os planos podem ser adaptados para fins residenciais ou comerciais, tornando os locais mais espaçosos e valorizados. 

Dependendo do estilo de vidro utilizado, a parede pode favorecer a entrada da luz natural, oferecer conforto térmico, sensação de amplitude e fácil instalação e manutenção. Os mais diferentes espaços podem receber a estrutura, desde salas de estar até escritórios, varandas e corredores. 

Uma de suas principais características é ser utilizada como divisória de cômodos que exigem privacidade sonora, mas não dispensam interações com o mundo externo, como salas de reunião e áreas de lazer. E, claro, as peças de vidro ainda transformam o resultado final desses ambientes com inovação e elegância.

Porém, há sempre um ponto em comum que preocupa os consumidores que optam por instalações de estruturas de vidro: como resgatar a privacidade nos momentos desejados? As paredes e fachadas são ótimos investimentos, inclusive, para ressaltar e interligar cômodos. Mas há horas em que se deseja mais reclusão. E aí, qual a solução? 

Bom, o primeiro dever de uma vidraçaria é esclarecer que os momentos de privacidade ou não são escolhas do cliente. Inclusive, manter a privacidade com o uso da parede de vidro é uma das grandes preocupações de um arquiteto. 

Ou seja, optar por um planejamento desses não é sinônimo de perda de intimidade e, para isso, existem possibilidades a serem adotadas no projeto. Vamos apresentar cada uma delas ao longo deste artigo!

Método mais convencional: cortinas

Solução simples e tradicional, as cortinas são as mais conhecidas na hora de decorar as janelas ou paredes de vidro. Garante privacidade e regula a entrada de luz no ambiente, costumam combinar com quem é fã de uma decoração mais tradicional.

Também costumam ser ótimas para quem gosta de criar e misturar tendências, já que podem ser confeccionadas em extensa variedade. Aliás, essa é uma das vantagens de seu uso – inúmeras possibilidades para usar em salas de estar, quartos e outros cômodos. Outro benefício é o seu valor, o mais em conta em comparação com os apresentados acima.

E, como toda alternativa tem seu ônus, as cortinas também tem diversas. Entre as desvantagens mais comuns estão o acúmulo de pó e sujeira no tecido, o que requer uma limpeza mais minuciosa e com maior frequência – caso contrário pode gerar problemas aos usuários alérgicos. Dependendo da altura da parede, essa manutenção também pode se tornar mais difícil. Além disso, elas ocupam mais espaço no ambiente (e na hora de guardá-las também).

Privacidade incorporada no vidro

Uma boa alternativa às cortinas e uma forma mais tecnológica de garantir a privacidade é ter isso incorporado no vidro. A modernização e estética da construção não pode vir antes ou deixar de lado a segurança. Por isso, é essencial escolher o modelo certo de vidro para compor o projeto. 

O laminado, temperado ou laminado de temperado (junção de ambos) são os modelos mais utilizados. E quando o desejo de também investir em um conforto sonoro, há a opção do vidro insulado, que oferece um bom isolamento acústico.

As estruturas usadas para a colocação das paredes de vidro costumam ser de aço resistente, armações internas, suportes próprios, entre outros. Tudo vai depender do projeto e de onde a estrutura será instalada por sua equipe. 

Por isso, a seguir, vamos te mostrar 5 tipos de vidro que garantem a privacidade que você procura para seu espaço.

  1. Vidro refletivo
  2. Vidro impresso
  3. Vidro acidato
  4. Vidro insulado com persiana embutida
  5. Privacy Glass (Vidro Polarizado)

Tipos de vidros que oferecem privacidade

Vidro refletivo

Umas das soluções mais populares e eficazes é promover a privacidade com o vidro refletivo. Por ter um aspecto espelhado, o vidro refletivo também é uma excelente solução para proteger as paredes e vigas de uma forma mais uniforme. Este é um material muito usado, principalmente, por seu excelente custo-benefício, já que apresenta baixa manutenção se comparado a fachadas revestidas com pinturas, por exemplo.

As peças funcionam da seguinte maneira: a privacidade é obtida à luz do dia já que a luminosidade interna é bem menor do que a externa – isso porque as chapas são formadas por meio da deposição de óxidos metálicos em sua superfície. A camada metalizada é a responsável pelo efeito refletido dos raios, que incidem sobre a face “de fora” da placa.

Também é possível dosar a privacidade com o vidro, ou seja, o seu grau de transparência por meio de um plano luminotécnico específico. Esse recurso é bastante utilizado em reality shows, por exemplo, e salas de investigação policial. O modelo refletivo laminado com outro vidro cinza conta com pequenos panos de vidro que dificultam a visão de quem está na área externa. 

Esse material, aliado a projeção de luz intensa e mais forte do que a iluminação adotada no ambiente interno, impede a visualização de pessoas, móveis e objetos que estejam dentro dos espaços. 

Entre suas vantagens, a alternativa ainda evita que a mobília sofra com desgastes provocados por raios solares.

Vidro impresso

O vidro impresso, também conhecido por vidro fantasia, é caracterizado por texturas suaves e uniformes responsáveis pela difusão da luz, mantendo parcial privacidade nos ambientes internos. Por ter uma grande variedade de padrões de texturas e espessuras, o impresso proporciona efeito decorativo.

Sua fabricação é feita a partir das mesmas matérias-primas do vidro float, porém, ele passa por dois rolos metálicos com temperatura de cerca de 900ºC responsáveis pela impressão dos desenhos em uma de suas faces. A distância entre os rolos, um liso e outro com textura, determinam a espessura do vidro que será produzido.

No mercado, é possível encontrar grande variedade de padrões de texturas, cores e espessuras. Além disso, o vidro impresso pode ser laminado, temperado e insulado. Atualmente, o produto representa cerca de 10% de todo o vidro consumido no Brasil, segundo dados da Abravidro.

É um vidro ideal para ser aplicado em decoração de interiores, box, janelas e coberturas.

Vidro acidato

Seja utilizado em funções estruturais ou decorativas, o vidro acidato oferece características que o distinguem das outras opções, pois é um material requisitado sempre que o cliente quiser aperfeiçoar a privacidade com vidros do local sem perder uma passagem de luz natural para os ambientes, uma vez que sua superfície fosca impede a visibilidade total, mas não bloqueia a entrada de luz.

O vidro acidato é um modelo de vidro que foi submetido a um tratamento com ácidos, processo que traz opacidade para a superfície da chapa de vidro. O tom fosco da chapa bloqueia parcialmente a visão através dele ao mesmo tempo em que permite passagem de luz para o local.

Na aparência esse tipo de vidro se assemelha muito com o vidro jateado, que também é fosco e suave. Todavia, o vidro jateado é texturizado com o auxílio de partículas de areia, ação que forma minúsculas texturas suscetíveis ao acúmulo de sujeira com o decorrer dos anos, situação que não ocorre quando a textura é obtida a partir do ácido. Inclusive, este processo foi proibido em 2004, pois foi considerada que a concentração de elementos presentes no processo poderia provocar silicose, uma doença respiratória grave.

Além de revestir portas e paredes e de seu uso mais comum, como divisórias, o acidato pode ser lapidado, bisotado e curvado, todas as possibilidades que o vidro comum e o espelho já permitem. A manutenção e limpeza seguem a mesma linha dos materiais: não exige nenhum cuidado especial, apenas água e sabão neutro, sendo essa uma das grandes vantagens deste material.

Como ter privacidade com vidros

Vidro insulado com persiana embutida

A persiana é colocada entre dois vidros insulados, tornando o material completamente selado e garantindo maior privacidade. Geralmente esse conjunto chega a uma espessura de aproximadamente 30mm, dependendo da chapa especificada para o projeto. Seu sistema de acionamento é ativado através de transmissões magnéticas por imãs do lado interno e externo.

Além de proporcionar mais conforto, a persiana ajuda a reduzir a transmissão de calor. Quando aplicada em locais frios, gera economia de energia mantendo o ambiente aquecido. Isso porque o sistema consegue diminuir em até 70% a perda de calor.

Diferente do que muitos pensam, os vidros utilizados nesta aplicação são fortes e resistentes. Além de dar maior segurança ao projeto, trazem mais durabilidade uma vez que a manutenção é feita de maneira simples.

Há duas opções para serem apresentadas aos clientes: utilizar um vidro insulado com micropersiana acionada por ímã ou optar apenas por peças comuns instaladas com uma persiana entre ambas. No segundo cenário, o conjunto não é hermeticamente vedado, podendo intensificar o embaçamento do vidro do lado interno.

Privacy Glass (Vidro Polarizado)

A produção do Privacy Glass é feita através de um processo de laminação de dois vidros com um filme de LCD (cristal líquido) com polímeros dispersos. Isso permite que quando uma voltagem for aplicada sobre as moléculas, estas se organizem em uma direção específica, tornando-o incolor e assim permitindo a passagem de luz por meio dele. Quando o dispositivo é desligado, volta à sua condição original.

O Privacy Glass é a opção mais nobre entre os vidros inteligentes e, com ele, você tem a privacidade controlada, sem o uso de cortinas. Os principais benefícios dele são:

  1. Voltagens de 110V e 220V;
  2. Utilização racional dos espaços;
  3. Criação de ambientes tecnológicos;
  4. Disponibilidade para projetos especiais sob medida;
  5. Durabilidade;
  6. Facilidade de limpeza e manutenção.

Entre as aplicações mais comuns, este vidro é muito utilizado em salas de reuniões, divisórias, restaurantes e mais espaços corporativos para a projeção de imagens. Uma outra característica do modelo é a indicação do Privacy Glass® em hospitais. Isso porque permite a integração segura com o paciente, dispensando o uso de cortinas e persianas que acumulam sujeiras e bactérias, garantindo a privacidade com vidros.

Com as informações acima, você e sua equipe estão preparados para oferecer e aprimorar os serviços de sua empresa em relação à proporcionar privacidade com vidros nos projetos dos seus clientes. De qualquer forma, o vidro já é tendência certa. Dentro das empresas têm se tornado indispensáveis, seja em divisões de departamentos, salas de reunião ou até mesmo nas salas de gerência e liderança.

Solicite seu orçamento com a PKO do Brasil, temos as melhores soluções em vidros para privacidade.

Infográfico

Manutenção de Vidros

Tenha acesso ao infográfico com dicas de Manutenção de Vidros
[js-disqus]

Conteúdos Exclusivos

Preencha para receber conteúdos exclusivos da PKO do Brasil

  • Ao se cadastrar, você concorda com os Termos de Uso e Política de Privacidade. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
eBook

Erros na Instalação de Vidros

Saiba os principais problemas enfrentados no processo de instalação dos vidros.
Infográfico

Vidros X Aplicações

Manual prático de aplicações do vidro conforme norma NBR 7199.

WhatsApp